sábado, 19 de março de 2011

A busca por sabedoria e a fonte do logos eterno!

"Assim como o velho Adão das Escrituras, o homem moderno quer ter o poder de tomar decisões, contudo reluta em aceitar os sofríveis resultados de suas ações".





Estive refletindo sobre algumas passagens do livro de provérbios e pude recordar de antigas lições para minha vida e minha vocação. Existem valores que fatalmente nos esquecemos. Disse fatalmente, pois, o tempo, os dias e as horas passam, vão-se embora, e perdemos a oportunidade de vivermos plenamente os minutos passados, por interm´dio da Palavra de Deus.

Ouvi a instrução, e sede sábios, não a rejeiteis (v.35)

Bem aventurado o homem que me dá ouvidos, velando às minhas portas cada dia, esperando às ombreiras da minha entrada (v.34).

Por que o que me achar, achará a vida, e alcançará o favor do Senhor(v. 35).

Mas o que pecar contra mim violentará a sua própria alma; todos os que me odeiam amam a morte (v. 36).

Ao terminar tais leituras devocionais no livro de provérbios, fiquei a pensar: "Por que será que nos dias atuais, temos enormes dificuldades de aceitarmos as instruções e a sabedoria do logos eterno de Deus para a nossa alma?"

É simples, conclui, a vaidade e a arrogância tomam conta de nossas mentes e, infelizmente, nos tornamos inflexíveis até sofrermos, e, com base no sofrimento aprendemos, ainda que tardiamente para nós, a sabedoria do logos para as nossas vidas!


_______________________________________
Me refiro ao logos, com referência ao logos joanino, do evangelho de João capítulo 1, não estou me referindo ao logos da filosofia grega, mesma que seja possível realizar tal relação.

Tudo posso naquele que me fortalece (Fp. 4:13).

"Tudo posso naquele que me fortalece", ao contrário da tônica triunfalista empregada por diversos setores evangélicos, representa na verdade uma das maiores expressões de contentamento do Apóstolo Paulo.
Antes de Paulo ancorar esta expressão em sua carta, ele afirma ter aprendido o sofrimento, e tal expressão "posso todas as coisas", significa um contínuo aprendizado que o apóstolo alcançou contido de uma capacidade de suportar o sofrimento, tudo isto pela graça do Senhor Jesus Cristo em sua vida.
Talvez tenhamos que aprender a nos contentar um pouco mais com o que temos no mundo em que vivemos, relendo palavras como estas do apóstolo Paulo.

Alexandre da Silva Chaves

Alexandre da Silva Chaves